Equipa Principal

Um empate com sabor amargo

O Varzim empatou, fora de portas, por 2-2 frente ao Casa Pia Ac, a contar para a 17ª Jornada da Ligapro.

Para quem esteve no Estádio e para quem assistiu ao jogo via streaming, viu um Varzim forte nos minutos iniciais, onde colocou o seu estilo habitual de jogo e controlando a partida em todos os sentidos.

Minhoca aos 11´e Lumeka aos 12´ minutos, demonstravam a entrada forte do Varzim com duas excelentes oportunidades, mas o acerto no remate não foi o melhor. Já a equipa da casa, procurava a resposta ao jogo sempre em contra-ataque.
Leonardo Ruiz aos 31´inaugura o marcador, livre cobrado por Frédéric, onde a bola, após uma ligeira confusão, vai cair nos pés do colombiano e fuzila de pé direito, colocando a equipa da Póvoa de Varzim à frente do marcador e a dar justiça ao que se passava dentro das 4 linhas.

Antes do intervalo, o Varzim passou pelo um belo susto. A equipa da casa após o golo sofrido, conseguiu diminuir as diferenças do jogo até então, e aos 43´coloca a bola dentro da baliza de Serginho, mas o fiscal de linha bem colocado assinala fora de jogo. Varzim saí para o intervalo a vencer, mas com a sensação que na segunda parte teria que fazer algo mais.

Paulo Alves, após o intervalo deixa Minhoca no balneário e entra Baba Sow.

Entrada forte da equipa do Casa Pia, que aos 51´coloca tudo empatado.
Lançamento longo por parte do lateral esquerdo do Casa Pia para dentro da área varzinista, onde aparece Tharcysio a receber de peito e de pé esquerdo a rematar sem qualquer hipótese de defesa para o nosso guardião.
65´mais um lance que tem sido habitual nos últimos dias para a equipa do Varzim, penalti por assinalar a nosso favor, sobre Ruiz, onde o árbitro está muito bem colocado para analisar o lance, mas manda seguir.

Livre direto aos 67, Alan Henrique devolve a vantagem à equipa poveira.
Frédéric mais uma vez na cobrança do livre, a bola passa por vários jogadores, e quase dentro da pequena área, o defesa brasileiro foi o mais esclarecido e de cabeça, empurra o esférico para dentro da baliza de Rafael Teixeira.

Já com Caetano em campo, após saída de Rui Moreira, o Varzim aos 77´tem o momento chave do jogo.
Alan Henrique e Lumeka, num só lance tem duas oportunidades para ampliar a vantagem para 2 golos de diferença, mas o guardião da equipa da casa, foi um autentico muro e não deixou a equipa varzinista festejar mais um golo.

Lance este, comentado pelo nosso treinador Paulo Alves, na conferência de imprensa após a partida, como o lance capital para o desfecho do resultado, visto que na sequência desse lance, o Varzim sofre o golo do empate em puro contra-ataque, aos 78´ por intermédio de Jeka.

Stanley entra para o lugar de Frédéric, na procura de ajudar a equipa alcançar o golo da vitória, mas o tempo era curto e os minutos voaram até ao 90´+4´.

Um empate com sabor amargo, visto que a equipa poveira esteve na frente do marcador em duas situações, mas como disse o nosso mister ” Nós dominamos o jogo, estivemos por duas vezes em vantagem, e não tivemos a frieza, nem a capacidade, nem as de segurar, nem matar o jogo”.

TEXTO JORGE MOREIRA | FOTOGRAFIA © JOSÉ ALBERTO NOGUEIRA

Um empate com sabor amargo
Comentários

The Latest

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Todos os Direitos Reservados © 2014 - Desenvolvido por Miguel Moleiro

Topo