Noticias

Quatro jogos a vencer na raça

No reduto de um adversário tradicionalmente difícil, o Varzim deu seguimento ao ciclo vitorioso, somando mais três pontos na sua caminhada e aumentando para quatro o número de jogos consecutivos sem perder ou sequer dividir pontos.

O Vizela, com novo líder no banco e a precisar de ganhar, entrou forte no jogo mas com o correr dos minutos foi percebendo que os poveiros iam lutar em igual medida pelo estatuto de vencedor.

Na baliza alvinegra, Paulo Vítor foi resolvendo, com excelentes intervenções, os remates de maior perigo do adversário e, aos 35 minutos, Rui Costa, à sua imagem, não desperdiçou o contra-ataque e colocou o Varzim na frente do marcador.

A nossa equipa foi para o intervalo a vencer e regressou para a segunda parte com o mesmo fôlego e confiança.

O jogo foi ganhando emoção perante o empenho dos dois conjuntos em consumar os seus intentos. O Vizela procurava o golo do empate e o Varzim tentava aumentar a vantagem. Aos 53 minutos, Rui Costa rompeu pela área vizelense e acabou derrubado pelo adversário, mas o árbitro entendeu simulação e castigou o nosso jogador com o cartão amarelo.

João Eusébio foi mexendo na equipa, merecendo destaque a estreia de Malele que rendeu Mailó Cruz, aos 73 minutos.

Quando nada fazia prever e sem ter tido antes grandes ocasiões, o Vizela chegou ao golo do empate por intermédio de João Cunha, aos 89 minutos.

Inconformado e sem perder a fé, o Varzim acabaria por fazer o golo da vitória no último minuto do tempo extra. Sandro, imperioso, aproveitou o cruzamento de Rui Coentrão, na direita, e de cabeça enviou o esférico para o fundo das redes.

Ver Ficha de Jogo Aqui.

Quatro jogos a vencer na raça
Comentários

The Latest

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Todos os Direitos Reservados © 2014 - Desenvolvido por Miguel Moleiro

Topo