Clube

“O Varzim é agora um Clube credível junto do Estado”

Na preparação de mais uma época desportiva, o site oficial do Varzim esteve à conversa com o presidente do Clube, Pedro Faria. A aposta forte no plantel, a subida de divisão como objectivo para a nova época e a difícil missão de devolver ao Clube o prestígio e a fama de bom pagador, foram alguns dos temas abordados com o líder varzinista.

– Para a época 2014/2015, vamos ter um plantel renovado com a entrada de 10 reforços, havendo ainda possibilidade de mais 2 ou 3 contratações. Quais foram os critérios na escolha dos jogadores?
As contratações foram feitas com base no objectivo claro da subida de divisão e, como tal, foram escolhidos os jogadores que entendemos serem os mais indicados para atingirmos esse objectivo. Jogadores do conhecimento da Direcção e do treinador. Jogadores que entendemos terem perfil e arcaboiço para aguentarem a pressão de um objectivo de subida e a pressão que é ter que ganhar domingo após domingo.

– A aposta foi forte na construção do plantel, mas sabemos que as contratações foram feitas dentro da realidade financeira do Clube. Foi fácil negociar com os jogadores?
Negociar nunca é fácil, porque o Clube quer pagar pouco e o jogador quer ganhar muito. Em todo o lado é assim. Houve bom senso de ambas as partes e houve, principalmente, uma aposta do jogador na sua valorização profissional e numa subida de divisão. Dentro daquelas que são as limitações do Clube, conseguiu-se chegar a bom porto com praticamente todos os jogadores com quem falamos. Devo dizer que foi muito mais fácil contratar agora do que no início da época passada, porque nessa altura havia o estigma de o Varzim não pagar. Esta Direcção fez um esforço enorme para cumprir com os seus profissionais e, porque os jogadores vão falando uns com os outros, o certo é que, esta época, aqueles com quem falamos sabiam que o Varzim, apesar das dificuldades, vai cumprindo, e isso foi uma mais-valia para que eles decidissem ficar.

– Podemos dizer que o Presidente deu ao treinador Vítor Paneira o plantel que ele desejava para lutar pelo objectivo da subida?
Dentro da realidade do Clube, a Direcção fez um esforço para corresponder à vontade do treinador. É lógico que não foi possível dar-lhe tudo o que ele queria, mas acho que, no que diz respeito às necessidades e lacunas no plantel, penso que conseguimos corresponder positivamente.

– Um Varzim nas competições profissionais no ano do centenário do Clube, é o sonho do Pedro Faria?
Já o disse várias vezes, o meu sonho é, em 5 anos, colocar o Varzim na 1.ª Liga. Vamos a caminho do segundo ano, ou seja, temos mais três para lá chegar.

– Para lá se chegar, tão importante quanto as vitórias dentro de campo, é o Varzim cumprir as suas obrigações, sobretudo, para com o Estado. Os sócios podem estar seguros de que, a haver sucesso desportivo, este não será invalidado pelos problemas financeiros, como aconteceu em 2012?
O Varzim é, agora, um Clube credível junto do Estado, paga a tempo e horas todas as suas contribuições mensais, bem como os acordos dos impostos da gestão anterior. Temos cumprido integralmente e esse é o objectivo primordial do Clube porque, se assim não for, não existe viabilidade. Estamos em dia e, portanto, se vier a acontecer uma subida, não existirá entraves à sua consumação.

– Estamos no início de uma nova época, qual é a situação actual do Clube em termos financeiros?
O Varzim, na sua história, nunca viveu situações de grande folga ao nível financeiro e assim se mantém. Vivemos uma realidade difícil mas e, ao contrário daquilo que vivíamos há uns anos atrás, o Varzim já pode pensar o presente e projectar o futuro com alguma certeza. Para isso foi fundamental a acção, quer pessoal, quer institucional do Eng.º Aires Pereira, que se envolveu inteiramente na luta do Varzim. Foi graças a ele que conseguimos evitar a perda de verbas importantes e que foram fundamentais para o Clube neste momento estar numa situação mais equilibrada. Estamos a conseguir gerir o presente, projectando também um futuro de acordo com aquilo que o historial do clube merece. Neste contexto, devo também salientar os nossos patrocinadores que, nos bons e nos maus momentos, nunca têm negado o seu apoio ao Clube. Carnes São José, Casino da Póvoa, RCM etiquetas, Entre Portas, JCSS Terra Planagens, Móveis Craveiro, entre muitos outros.

– Para terminar, que mensagem deixa aos adeptos para a nova época que se avizinha?
Espero que, em termos desportivos, consigamos proporcionar-lhes as alegrias que eles tanto desejam. Financeiramente, aquilo que lhes posso dizer é que vamos continuar a trabalhar no sentido de devolver ao Varzim o seu prestígio.

Comentários

The Latest

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Todos os Direitos Reservados © 2014 - Desenvolvido por Miguel Moleiro

Topo