Equipa Principal

O filme repetiu-se…

Uma arbitragem infeliz ditou um empate entre Varzim e Vizela no jogo da 4.ª jornada do campeonato nacional de seniores. À semelhança do que aconteceu no domingo passado, em Felgueiras, a nossa equipa lutou contra tudo e contra todos, mas uma dualidade de critérios gritante da equipa de arbitragem, limitou a tarefa na conquista dos três pontos.

O Varzim voltou a justificar dentro de campo o estatuto de candidato à subida, com uma exibição de qualidade e uma grande atitude dos nossos jogadores que, mesmo perante as adversidades, nunca perderam o rumo.

Aos 32 minutos, Amilton, na direita, fez o cruzamento para a pequena área e Diego Mourão, encostou para o golo que colocou o Varzim, merecidamente, à frente no marcador.

Seis minutos depois, numa bonita jogada, iniciada por Rui Coentrão e prosseguida com um passe de classe de Nelsinho que isolou Amilton, o Varzim teve tudo para fazer o 2-0 mas o avançado brasileiro não conseguiu concretizar.

Já perto do intervalo, o Varzim sofreu a primeira contrariedade do jogo com Pedro Soares a ser expulso depois de derrubar, dentro da área, Felipe quando este seguia isolado para a baliza. Vítor Paneira viu-se obrigado a tirar do jogo Sérgio Organista para fazer entrar o guarda-redes Ricardo.

Na conversão da grande penalidade, Cláudio não desperdiçou e fez o empate para o Vizela. Instantes depois, o árbitro Pedro Ferreira apitou para o intervalo.

Na segunda parte e apesar de reduzido a 10 unidades, o Varzim entrou muito forte no jogo e não deu margem de manobra ao adversário. Várias foram as oportunidades de golo criadas pela nossa equipa. Aos 48 minutos, Diego Mourão e, depois, Amilton não conseguiram o desvio certeiro, na sequência de um livre e, aos 55 minutos, o camisola 23 cabeceou ao lado, após cruzamento na esquerda.

Cheirava a golo do Varzim no Estádio, mas a dualidade de critérios do árbitro na avaliação das faltas e na amostragem dos cartões amarelos, começou a condicionar o trabalho da nossa equipa.

Faltas semelhantes para ambas as equipas, mereceram leituras diferentes do árbitro da partida, que nunca se coibiu de penalizar o Varzim, a ponto de, aos 89 minutos, mostrar o segundo amarelo, forçado, a Pedro Sá, quando aos 84’, havia poupado Cláudio ao primeiro amarelo depois de uma falta muito mais grosseira que travou o ataque da nossa equipa.

Mesmo a jogar com 9 unidades, o Varzim manteve-se por cima do jogo, em busca do golo da vitória que, infelizmente, não se proporcionou.

A expulsão de Cláudio que deveria ter acontecido, aos 86 minutos  (agressão a Tanela), verificou-se apenas ao 4.º minuto dos 5 de tempo extra concedidos pelo árbitro.

O Varzim ocupa, actualmente, o 3.º lugar com 7 pontos, menos 3 do que o 1.º classificado, o Famalicão e a 1 ponto do 2.º, o Felgueiras 1932.

No próximo domingo, o Varzim disputa a II eliminatória da Taça de Portugal, na Malveira. O jogo está agendado para as 15 horas.

Ficha de jogo:

Varzim 1 Vizela 1
Estádio do Varzim Sport Club – 21/09/2014

Árbitro: Pedro Ferreira (AF Braga)
Assistentes: Fernando Pereira e Paulo Miranda.

Varzim: Pedro Soares, Tiago Lopes, Moura, Sandro, Nelsinho, Raúl, Diego Mourão, Rui Coentrão (85’), Pedro Sá, Amilton (70’) e Sérgio Organista.

Suplentes: Ricardo, Telmo, Cervantes, Tanela (85’), Pedro Mendes (70’), Bijou e João Paulo.

Vizela: Pedro Albergaria; Diogo Machado, Talocha, Felipe (65), Ricardo Teixeira, Luis Ferraz (81’), Marcelo, Joao Pedro, Claudio, Rafinha (70’), Tiago Martins.

Suplentes: Tiago Guedes, Mauricio, Davide Bessa, Rui Pereira (81’), Diogo Lamelas (70’), Fininho (65) e Zé Manel.

Disciplina:

Amarelos: Rafinha (52’), Luis Ferraz (63’), Marcelo (75’), Pedro Sá (83’ e 89′), Claúdio (86’ e 94′).

Vermelhos: Pedro Soares (42’), Pedro Sá (89’), Cláudio (94’)

Estatística Varzim Vizela
Golos 1 1
Remates 6 4
Cantos 8 4
Posse de bola 57% 43%
Passes 366 222
Faltas 14 26

FOTOS MIGUEL SOUSA – AMS PHOTOGRAPHY

Comentários

The Latest

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Todos os Direitos Reservados © 2014 - Desenvolvido por Miguel Moleiro

Topo