Sem categoria

Derrota não abala confiança

Tinha tudo para ser um grande espectáculo de futebol, mas uma decisão do juiz da partida, logo nos minutos iniciais, acabou por mudar e condicionar a estratégia da nossa equipa frente ao já promovido Famalicão.

Num estádio coberto por uma moldura humana admirável e num ambiente contagiante, os nossos Lobos do Mar entraram fortes na partida, sem qualquer constrangimento pelo susposto poderio do adversário, mas cedo se percebeu que este duelo seria mais uma prova de superação para a nossa equipa, isto porque, aos 13′,  António Nobre decidiu expulsar Rafael Broetto depois de o nosso guarda-redes ter impedido, fora da área, o avançado do Famalicão quando este seguia isolado para a baliza. A decisão do árbitro provocou enormes protestos nas hostes poveiras, uma vez que ficou a sensação de ter sido um corte limpo do nosso jogador.

César Peixoto viu-se, então, obrigado a reajustar a equipa, sacrificando Vasco Rocha para a entrada de Emanuel.

O momento adverso uniu ainda mais o Varzim que se manteve por cima do encontro e, aos 22 minutos, podia ter ficado em vantagem, através de um penalti mas que Rui Pedro não conseguiu converter, chutando por cima.

O foco manteve-se na baliza do Famalicão e Ricardo Barros, com um grande remate fora da área, assustou a turma famalicense, num dos melhores lances até então. Seria, no entanto, Rui Pedro a marcar de cabeça minutos depois. O camisola 98 redimiu-se perante os adeptos e colocou a nossa equipa em vantagem, ao minuto 31.

A reacção do Famalicão não se fez esperar. Com um “bis” de Anderson, a turma forasteira inverteu o resultado, ainda antes do intervalo e, no segundo tempo, não obstante a entrada determinada e acutilante da nossa equipa, o Famalicão valeu-se da eficácia dos seus avançados para construir um resultado mais avolumado. Aos 65′ Fabricio de cabeça fez o 1-3 e, aos 86′, Anderson chegou ao hat-trick, sentenciando a partida.

Apesar da derrota, o Varzim mantém a confiança no objectivo da manutenção, tendo sido notório o espírito de união do grupo no final do encontro, bem como o apoio incondicional dos adeptos de onde soou o grito: “Nós acreditamos em vocês!”.

Faltam dois jogos para o final do campeonato. Na próxima jornada, os nossos Lobos do Mar deslocam-se ao Cova da Piedade e terminam com uma recepção à Académica de Coimbra.

Derrota não abala confiança
Comentários

The Latest

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Todos os Direitos Reservados © 2014 - Desenvolvido por Miguel Moleiro

Topo